Como enviar frutas na lancheira?

Depois de um longo tempo sumida por aqui, consegui reaparecer. Vim tirar a poeira da página da Lancheira e aproveitar para responder uma pergunta que recebo com muita frequência: como enviar frutas na lancheira da criançada? Elas não estragam? Não perdem os nutrientes se forem cortadas? Nesse post, eu conto, então para vocês como tem funcionado por aqui.


Frutas como mamão, manga, kiwi, melancia, melão, morango, uva, tomate cereja, abacaxi, carambola e laranja, eu envio já cortada, no potinho.

Na maioria das vezes, não uso potes térmicos para isso, exceto se a fruta estiver muito madura ou se o dia começar muito quente em Brasília, o que é raro. Nesses casos envio em pote térmico ou coloco gelinhos reutilizáveis na lancheira para manter refrigerado. Gosto de polvilhar canela, aveia, chia ou quinoa nas frutas cortadas para agregar mais nutrientes.

Banana sempre mando na casca e muitas vezes aproveito para escrever um recadinho para ela com caneta piloto.


A maçã e a pêra, também mando inteira e com casca, pois as professoras cortam para ela na escola. Mas para quem precisa mandar cortada, a Mi, do @gourmetzinhodomiguel deu uma dica super legal, de deixar a fruta já cortada mergulhada em suco de laranja, por cerca de 20 min, para que retarde a oxidação. Depois retire do suco e pode secar com papel toalha ou uma pano limpo e colocar na lancheira. Elas ficam branquinhas por muitas horas.

Ah, e um lembrete importante: uvas e tomates cereja devem ser enviadas cortadas no sentido vertical, para minimizar o risco de engasgos. O mesmo vale para ovos de codorna, que têm o mesmo formato.

© 2023 por Armário Confidencial. Orgulhosamente criado com Wix.com