Seu filho bebe água suficiente?

Desde que era bebê, a Sarah sempre bebeu muita água. Mas de uns tempos para cá, o interesse e a vontade dela de se hidratar diminuiu drasticamente e claro que isso tem me preocupado. Moramos em Brasília, uma cidade de clima muito seco em grande parte do ano. Além disso, a Sarah fica cerca de 5 a 6 horas na escola por dia e o restante do tempo que está em casa, menos da metade é comigo, então não tenho conseguido acompanhar o quanto de água ela tem tomado.


Fiz algumas tentativas, comprando copos novos, saborizando a água e oferecendo outros líquidos. Os copos sempre dão certo, mas em questão de dias o interesse diminui e ela volta a beber menos água. E não dá para viver comprando copos, não é? Já as águas saborizadas (com ervas ou frutas) não fizeram sucesso algum. E, por fim, ingerir outros líquidos, ela aceita bem, mas ofereço sempre em pequena quantidade, pois ajudam a hidratar, mas não substituem o papel tão importante que a água tem no nosso corpo.


E, então, em mais uma tentativa de incentivar a pequena a beber água, eu usei uma suqueira que uso nas nossas festinhas e disse a ela que seria seu filtro de água, onde ela poderia se servir sozinha sempre que quisesse.


Enchi e deixei um copo ao lado. O resultado foi melhor que o esperado! Sarah passou a tomar bastante água nos dias seguintes. Acredito que a autonomia e a novidade foram os fatores que mais contribuíram.


Há a necessidade de repor a água com frequência, até porque prefiro não colocar gelo. Mas diante do fato de que ela tem bebido água com mais frequência, isso não é nenhum fator complicador.


Acredito que essa não seja uma solução definitiva e que a novidade tende a passar. Já até percebi nos últimos dias uma diminuição da quantidade de água ingerida. Mas assim, sigo tentando. E como essa foi a solução mais duradoura, até agora, quis compartilhar com vocês. Mas vou amar receber dicas e sugestões de quem passou ou passa pela mesma questão!



© 2023 por Armário Confidencial. Orgulhosamente criado com Wix.com