Criança pode e deve ajudar na cozinha



Desde pequena, quando eu ia para a cozinha, levava a Sarah na cadeirinha ou bebê conforto. Quando ela começou a engatinhar, ia atrás de mim e a diversão preferida era abrir as gavetas. Até que separei vários utensílios domésticos que não ofereciam perigo a ela, como potes de plástico e coisas de silicone e coloquei tudo em uma gaveta. Cada vez que ela tentava abrir as demais, eu ensinava para ela que havia uma que era dela e que lá ela podia brincar. Funcionou! Ela ficava bastante tempo entretida com seus "brinquedos" de cozinha e eu conseguia fazer o que era necessário por lá (ou pelo menos ganhava tempo até que ela cansasse e quisesse partir para a próxima brincadeira).


Ela foi crescendo e ganhando mais autonomia e, aos poucos, fui lhe dando algumas tarefas, como lavar coisas de plástico (e ela lava direitinho), ajudar a misturar as preparações, a buscar na dispensa e colocar os ingredientes necessários, colocar algumas coisas na mesa, retirar seu prato da mesa quando termina a refeição e etc. Já compartilhei algumas vezes no Instagram imagens dela realizando essas tarefas.


Não acredito que exista uma regra ou uma idade certa para se começar isso. Acredito que cada pai e mãe conhece seu filho bem o suficiente para avaliar quais os riscos e precauções deve tomar, além de estabelecer regras, para que a criança entenda que ela pode "brincar" naquele espaço, mas com supervisão e cuidado, pois ele oferece riscos.


Sarah sabe que usar facas e o fogão, por exemplo, são tarefas da mamãe e do papai e que ela ainda não pode manusear essas coisas.


Tento aproveitar seu interesse pela cozinha para estimular nela o hábito de ir para lá comigo, contribuir e futuramente fazer sua própria comida e assim não depender de comidas ultraprocessadas de supermercado.


Com os meninos, pretendo seguir o mesmo caminho, especialmente por acreditar que devo educá-los de forma que entendam que cozinhar não é uma atividade da mãe ou das mulheres da casa e sim de todos que ali vivem e se alimentam. Vamos ver como eles se comportarão em relação a isso.

E por aí, qual a relação das crianças com a cozinha?

© 2023 por Armário Confidencial. Orgulhosamente criado com Wix.com